Conhecido como Nego Toba, o menor era acusado de ter feito o disparo que matou a vendedora da loja O Boticário em novembro do ano passado. O alvo era um homem que teria dívidas com traficantes   

  PORTO SEGURO – Acusado de ter feito os disparos que mataram acidentalmente a vendedora da loja O Boticário Cecília Oliveira, em novembro do ano passado, no bairro Fontana II, o menor Adriano Santos Barbosa, conhecido como Nego Toba, foi morto com quatro tiros na noite desta terça, 29, no mesmo bairro.

 Segundo moradores do local ouvidos pelo Bahia Dia Dia, o menor era temido na região, sendo acusado de ter cometido vários homicídios. Do Bahia Dia Dia