Preocupação do Governo, estritamente islâmico, é com a propagação do Cristianismo

 Repressão no Irã sobre o Movimento Nacional Protestante

Forças de segurança iranianas detiveram oito integrantes de um movimento nacional da igreja protestante em Teerã como parte de uma ação do Governo sobre o número crescente de cristãos no país estritamente islâmico.
Segundo o pastor de uma igreja no Irã, que pediu para não ser identificado por razões de segurança, “novas pessoas, incluindo um membro da família, foram presas”.
Ele disse que eles foram detidos depois que as forças de segurança invadiram uma reunião de oração na capital iraniana, onde os cristãos oravam pelos fiéis companheiros que foram presos em operações anteriores. “Minha mãe escapou por um triz da detenção, mas a ameaça continua”, disse ele em entrevista.

Nos últimos dias, forças iranianas capturaram também o pastor Behnam Irani, na Cidade de Karaj, 20 km ao oeste de Teerã; e o pastor Youcef Nadarkhani e a sua esposa Fatemeh Pasandideh, na cidade de Rasht, no Noroeste do Irã.

Elam Ministérios, um grupo de líderes da igreja iraniana, vinculou a repressão à preocupação de dentro do governo iraniano sobre a propagação do Cristianismo no país. 
 Fonte: Worthy News / Christian Telegraph