A vereadora Bete é a principal suspeita

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instituída pela Câmara de Deputados para investigar as causas, consequências e responsáveis pelo desaparecimento de crianças e adolescentes no Brasil discutirá, no dia 30, no município baiano de Encruzilhada a prática de aliciamento e intermediação irregular de crianças para adoção, denunciada pelo promotor de justiça Márcio de Oliveira Neves.

 A audiência pública acontecerá às 9h30, na Câmara de Vereadores, oportunidade em que o promotor de Justiça irá expor o trabalho do Ministério Público no combate ao ‘tráfico de crianças’ no município.

 No início do último mês de maio, o promotor denunciou a vereadora Maria Elizabete de Abreu Rosa pelo oferecimento de recompensa a gestantes convencidas a lhe entregar os filhos após o nascimento. A vereadora, que está foragida desde que a justiça, a pedido do MP, decretou sua prisão preventiva, aliciou várias mulheres. As informações são do Ibahia.