O menino vai ficar internado na CAM por 30 dias

image

Um menino de 12 anos preso na cidade de Itabuna, sul do Estado, por porte ilegal de arma será transferido para a Casa de Acolhimento ao Menor (CAM) nesta segunda-feira, 21, informou o Juiz da Infância e Juventude, Marcos Bandeira.
O menino foi detido há três dias e levado ao Complexo de Polícia de Itabuna por atitude suspeita. Esta é a terceira apreensão do garoto em apenas cinco meses, período em que se mudou de são Paulo para a cidade baiana com a mãe e o padrasto.

Em São Paulo, onde morava, o garoto possui diversas passagens pela polícia por assaltos e furtos de carros. Ele era acompanhado pelo Conselho Tutelar e ficou internado na Febem.

Em depoimento, o menino contou que vendia crack, cocaína e maconha, além de ser usuário, e que foi preso pela primeira vez aos 11 anos. Revelou ainda que ao lado de comparsas, roubava carros e motos. “Eu chegava com o ferro e anunciava o assalto. Se por acaso a pessoa reagisse, eu pocava ela”, disse.

O juiz Marcos Bandeira declarou que o menino vai ficar internado na CAM por 30 dias e, após esse tempo, será levado de volta a Itabuna. O magistrado disse também que vai tentar colocá-lo numa clínica para dependentes químicos para desintoxicá-lo.
A Tarde