Pais e acompanhantes tiveram um compromisso importante no último sábado, 12: evitar que o vírus da paralisia infantil volte a circular no Brasil. Para isso foi preciso levar seus filhos menores de cinco anos para tomar a dose de vacina contra a doença nos 45 postos montados pela Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista.

Oitocentos profissionais foram responsáveis por vacinar 13.345 crianças. As crianças que foram levadas às Unidades de Saúde, além das gotinhas contra paralisia infantil, tiveram seus cartões de vacinação regularizados contra diversas doenças, como H1N1, Hepatite B, Meningite C, entre outras.

Chamada Neonatal – Patrícia da Silva Sousa levou sua filha Natália Sousa dos Santos, de 4 meses, para tomar a vacina na Unidade de Saúde das Pedrinhas e participou da Chamada Neonatal, em que a equipe responsável pela pesquisa do Ministério da Saúde pesou e mediu sua filha e aplicou um questionário. Segundo Patrícia, a pesquisa foi muito boa. “Respondi várias perguntas, sobre o meu pré-natal, parto e atendimento da equipe da Unidade”.

Além da Unidade das Pedrinhas, também participaram da pesquisa mães residentes na área de abrangência do Posto de Saúde do Vila América e da Unidade de Saúde da Urbis VI.

SECOM/PMVC