UOL

O Brasil irá novamente treinar “escondido”. Pela terceira vez em quatro dias, Dunga decidiu proibir a entrada da imprensa. A movimentação deste domingo será a última “para valer” da equipe antes da estreia na Copa do Mundo, diante da Coreia do Norte, nesta terça. Na véspera do jogo, a seleção realizará no estádio Ellis Park o treino de reconhecimento, geralmente mais leve.

MAIS SOBRE A SELEÇÃO BRASILEIRA

  • Getty ImagesÀ DERIVA Faltando apenas dois dias para a estreia do Brasil na Copa, o lateral Maicon admitiu que o grupo da seleção ainda espera por informações sobre a Coreia do Norte para o jogo de terça-feira
  • Ricardo Nogueira/FolhapressMURALHA Julio Cesar regressa ao posto de titular ostentando superioridade diante dos principais rivais. O brasileiro é o goleiro que não toma gol há mais tempo entre as seleções favoritas ao título.

Dunga mudou no último sábado sua postura quanto à imprensa. Preferiu restringir ainda mais o acesso ao time. Na primeira atividade fechada, na quinta-feira, o treinador vetou os jornalistas pela manhã, mas abriu normalmente os portões à tarde. Agora, nenhum minuto poderá ser registrado.

A decisão de fechar os treinos de sábado e domingo foi tomada horas antes de cada atividade. No sábado, a seleção comunicou a imprensa cerca de duras horas antes da movimentação. O caráter emergencial sinalizou uma reação à repercussão dada ao entrevero entre Daniel Alves e Júlio Baptista no dia anterior. Neste domingo, o aviso foi dado seis horas antes, já que o treino foi marcado para a noite.

Os jogadores dizem com frequência que o Brasil tem um padrão de jogo e não irá inventar nada drástico para o início da Copa do Mundo. Encontram dificuldades para justificar a decisão de Dunga com argumentos táticos ou técnicos.

“Talvez ontem à noite o Dunga tenha pensado em fazer algo diferente que nós ainda não sabemos. De repente teremos novidades hoje”, comentou Maicon.

Escale sua Seleção: Ramires titular?

Dunga não parece convencido, mas os internautas sim. Ramires seria titular do Brasil na enquete Escale sua Seleção. Confira!

O lateral-direito preferiu não se aprofundar no tema. Ramires adotou a mesma linha. Não querem desobedecer o comandante nem deixar transparecer uma eventual opinião contrária. Assim, defendem o mistério adotado por Dunga e usam o “bem maior” ao apostar na compreensão da torcida.

“O Dunga já conquistou a torcida brasileira e nós já mostramos o carinho que temos pelo torcedor. Ele está fazendo esse treino fechado para que a gente faça uma boa estreia na Copa. O torcedor vai entender”, projetou Maicon.

A atividade deste domingo será a primeira realizada à noite pelo Brasil. A comissão técnica quer ambientar o time ao frio previsto para o duelo contra a Coreia do Norte, às 20h30 locais (15h30 de Brasília). A expectativa é que os termômetros marquem até -2ºC na partida.