Mulher foi achada morta em represa; ex é principal suspeito por crime.

Roney Domingos Do G1 SP

Sepultamento Márcia Nakashima
Centenas de pessoas acompanharam sepultamento de Márcia Nakashima (Foto: Roney Domingos/ G1)

O corpo da advogada Mércia Nakashima foi enterrado por volta das 11h20 deste sábado (12) sob forte emoção e gritos de pessoas pedindo justiça no cemitério São João Batista, no Centro de Guarulhos. Cerca de 500 pessoas, segundo familiares, acompanharam o cortejo. O pai de Mércia Nakashima, Macoto Nakashima, e o irmão dela,  Márcio, receberam  abraços de dezenas de pessoas que os abordaram na saída do cemitério.

Mércia foi achada sem vida boiando na sexta-feira (11) numa represa em Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. O carro dela foi localizado um dia antes no mesmo local. Ela estava desaparecida desde o dia 23 de maio. De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito pelo seu desaparecimento e morte é o ex-namorado, o também advogado Mizael Bispo, de 40 anos. Ele alega inocência.

Faixas com as frases “Mercinha, junto com você está indo um pedaço de todos nós” e “Não descansaremos enquanto não obtivermos justiça – de sua família que tanto te ama” foram colocadas no cemitério. A rua Felício Marcondes foi bloqueada por agentes de trânsito por causa da multidão que se aglomerou no local.
 

Mercia Nakashima faixaFaixa em homenagem a Mércia Nakashima foram colocadas no cemitério (Foto: Roney Domingos/ G1)

Investigação

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o GPS do carro de Bispo mostra que ele estava perto do local onde Mércia foi vista pela última vez antes de sumir. O ex-namorado alega que estava com uma outra mulher em seu carro num estacionamento de um hospital próximo a casa da avó da advogada. Além disso, a quebra do sigilo telefônico da vítima e do suspeito mostram que Bispo ligou para o telefone da ex momentos antes de ela desaparecer. É investigada a possibilidade de mais de uma pessoa ter participado do assassinato.

Ainda na sexta, a equipe do delegado Antônio Olim, do DHPP, cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência dele. Foram apreendidos roupas para serem periciadas. O veículo de Mércia também passará por análise da perícia técnica do departamento. O mesmo ocorreu com o corpo de Mércia, que foi necropsiado em busca das causas da morte. Os resultados ainda não foram divulgados.