da Folha de São Paulo

O meia-atacante Kaká mostrou jogo de cintura durante a sua primeira entrevista coletiva dada na África do Sul.

Ao ver que Josué seria o primeiro a responder as questões, ele pegou o celular e começou a ver as mensagens que recebia via Twitter. Mostrou ainda certo bom humor ao responder sobre a bola e não titubeou ao responder questões feitas em castelhano, principalmente de um jornalista argentino.

O repórter da Argentina perguntou se valia ganhar de qualquer jeito, independentemente se jogar bonito ou feio.

“O importante é ganhar, sempre”, disse Kaká. “Como ganhamos em Rosário por 3 a 1, foi muito bonito”, completou o brasileiro, se referindo à vitória contra os argentinos nas Eliminatórias da Copa do Mundo, em confronto que valeu a classificação antecipada para a África do Sul para o time de Dunga.

Em seguida, Kaká fez questão de dizer que não ficou tuitando enquanto Josué dava entrevista. “Só estava lendo as mensagens”, disse. “Sou viciado, é uma ferramenta muito boa para se fazer contato com os amigos, mas não fico só nela. Jogo pingue-pongue e temos uma competição de PlayStation também”, completou.

Cristiano Ronaldo

Kaká disse que não fez apostas com o português Cristiano Ronaldo. Ambos são companheiros de ataque no Real Madrid e terão um duelo pela última rodada da primeira fase da Copa.

“Combinamos apenas de trocar a camisa durante o jogo”, afirmou o brasileiro. “Torço por ele para ele fazer o melhor possível”, disse.