Cristiane Felix/Tribuna da Bahia

 O projeto de reajuste médio de 13,5% da Polícia Militar será votado hoje pelos deputados da Assembleia Legislativa da Bahia. O reajuste faz parte de um conjunto de medidas que visam à melhoria das condições de trabalho da corporação e foi anunciado em dezembro de 2009, mas só agora será votado pela Assembleia.

 As negociações que envolvem o projeto duraram cerca de 45 dias e foram marcadas por um impasse. O deputado estadual Capitão Tadeu (PSB) apresentou 37 emendas ao projeto, mas apenas 7 foram acordadas.    
Além do aumento, que varia entre 8,5% a 18%, a depender da patente do policial, serão pagas gratificações por condições especiais de trabalho (CET) para 25,5 mil dos 30 mil soldados, cabos e sargentos que exercem atividades nas ruas.