Ore para que essa tensão resulte em uma maior abertura espiritual do Norte

 Cristãos pedem oração pela tensão entre as Coreias

Os líderes cristãos da península coreana estão chamando todos para orarem pela situação de tensão entre a Coreia do Norte e a do Sul, que se instalou desde que o navio Cheonan afundou depois que um submarino norte-coreano lançou um torpedo de ataque, matando 46 marinheiros sul-coreanos.
Em meio ao tumulto, o cristão Thomas Parks, convoca os cristãos sul e norte-coreanos a aderirem a um movimento de oração. “Estamos orando para que a liderança de ambos os países tenham discernimento, sabedoria e paciência”, disse.
Embora os confrontos entre Norte e Sul não sejam incomuns, os líderes cristãos concordam que esse último incidente é diferente do passado. Lewis Rho, que dirige uma organização humanitária a qual presta assistência alimentar no Norte, tem visto muitas mudanças políticas e espirituais ao longo dos anos. “O importante é que Deus está no controle. Ele ainda tem um plano especial e um propósito para a Coreia do Norte”.

Os líderes evangélicos estão orando pelos sul-coreanos para estarem prontos para as conseqüências espirituais resultantes do colapso potencial da Coreia do Norte.

Rho salienta que o declínio econômico do Norte foi precedido por um declínio espiritual. E a subida de destaque do Sul foi precedida por um reavivamento espiritual. “Como o sul-coreanos viviam em insegurança contínua, eles aprenderam a depender de Deus. Como resultado, a Coreia do Sul é abençoada em abundância com as igrejas e a sua liderança. Hoje, é o segundo maior país do mundo em envio missionário”.

O cristão Sterling Edwards afirma que vê a necessidade dos sul-coreanos se prepararem espiritualmente para que “quando a Coreia do Norte se abrir, eles estejam prontos para responder de maneira semelhante à de Cristo”.

Dan Armistead, pastor da Igreja Batista Internacional de Seul, disse que o rápido crescimento do cristianismo na China, juntamente com a forte presença evangélica na Coreia do Sul, são indícios de que Deus está preparando crentes asiáticos para assumirem a liderança no evangelismo e na plantação de igrejas. “O primeiro passo é os cristãos sul-coreanos e chineses concentrarem seus esforços na evangelização do Norte. O que está acontecendo aqui vai mudar esta nação nesse sentido”.

Ore pelas Coreias do Norte e do Sul para que:

-Essa tensão na península resulte em uma maior abertura espiritual do Norte.
-Os cristãos sul-coreanos e outros asiáticos crentes respondam de forma semelhante à de Cristo para chegarem ao Norte.
-Os dois países sejam unificados sob um sistema que traga honra e glória a Deus.
 

Fonte: Christian Press/Redação CPADNews