Por Wal Cordeiro – Consultor Financeiro

DESEJO CONTROLADO

 

      Existe um adágio popular que diz: “A água silenciosa é a mais perigosa”.       Desejo é como a água silenciosa e aparentemente tranqüila, que nos convida para um mergulho seguro. Quando nos sentimos seguros, começamos a nos afundar e não conseguimos agarrar em algo que possa impedir o afogamento.

      O que parece ser não é. O que os olhos não vêem o coração não sente, nem o bolso também. Todos têm desejo, mas quem quer ser igual a um sábio deve lutar todos os dias para controlá-lo.

      A queda original da humanidade deu inicio por causa de uma propaganda enganosa liderada pelo Diabo, no jardim do Éden, durante a conversa entre ele e Eva, quando despertou o desejo no coração dela. Vejamos:

Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não   comereis de toda a árvore do jardim?
 E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
 Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.
 Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
 Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
 E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
 Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
 E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim.
 E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?
 E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.
 E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?
Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.
E disse o SENHOR Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.

Então o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida. (Genesis 3: 1 a 14).

      Não pretendo fazer uma exegese aprofundada do texto acima, muito menos discorrer teologicamente os ensinamentos que ele nos apresenta. Não é a minha intenção. Gostaria, apenas, de chamar atenção para as conseqüências envolvidas na historia por causa do desejo. Na verdade, por causa das inversões de valores demonstradas no episódio. Observe.

      Quando Deus falou para Adão e Eva que não deveriam comer da árvore do bem e do mal, ele estava estabelecendo princípios de proteção para o próprio homem. Havia todo tipo de alimento disponível no jardim e eles poderiam comer de tudo, não lhes faltava nada.

      Observe que num universo de centenas de frutas saborosas, dezenas de hortaliças apetitosas e muitas caças e pescas exóticas, o homem e a mulher tiverem desejo justamente pelo fruto proibido. Não tem algo de estranho nisso! Por isso que Deus estabeleceu um limite, implantou o sistema de livre arbítrio, da escolha do bem e do mal, da boa administração familiar. A realização do desejo determina a escolha boa ou ruim que você fez.

      Eva e Adão não estavam com fome, porém a cobiça pelo fruto proibido falou mais alto. O Diabo não forçou a mulher em nada, apenas fez a propaganda do produto usando estratégias ardilosas e mentirosas do marketing.

      Despertou o desejo da mulher e do homem, que se repete nos dias de hoje, que é ter e sentir, não importando como. Isso é hedonismo puro! Hedonismo leva a falência espiritual, emocional e financeira. Por isso Deus os alertou antes que: se comessem daquela árvore certamente morreriam. O que de fato aconteceu!

      O desejo errado leva a falência e em muitos casos a morte. O primeiro caso de falência na historia foi justamente o de Adão e Eva. Eram ricos, tinham um grande jardim para administrar e desfrutar dele, e por causa de uma escolha errada, impulsionada pelo desejo ficaram pobres. Sem jardim. Passaram a trabalhar muito. Passaram a pagar impostos. Ficaram sem Deus.

      Não quero ser dramático e fatalista, mas se o desejo tem falado mais alto em sua vida, você está em maus lençóis. Seu problema é maior do que se imagina. Você está correndo perigo e o seu dinheiro também. É tempo de mudar e evitar uma possível falência.

      Por causa do desejo a mulher foi enganada pela serpente, o homem foi enganado pela mulher e ambos perderam tudo. Tudo mesmo!

      Por causa do desejo muitos tem comprado um carro de luxo em oitenta vezes para pagar e estão em maus lençóis.

      Por causa do desejo muitos estão na mão de agiotas. Ameaçados de morte.

      Por causa do desejo muitos destruíram a família em pouco tempo. Família que levou muitos anos para ser construída.

      Por causa do desejo a lista de inadimplentes no Serasa tem crescido a cada dia.

      Por causa do desejo as grandes lojas dos shoppings centers estão lotadas de consumidores, realmente consumistas atraídos pela cobiça.

      Por causa do desejo os donos das operadoras de cartão de crédito estão cada vez ricos e os clientes cada vez mais pobres.

      Fiz questão de fazer alguns alertas para você, pois o desejo é normal, mas se inverter as prioridades de valores é um veneno mortal, uma lagoa escura com aparentes águas tranqüilas. Vamos continuar montando a nossa planilha!

      A última letra que trabalhamos foi a N, que significa NECESSIDADE. Agora é a vez da letra D – DESEJO. O que entra na lista como DESEJO. Tudo que você sonha em ter na vida, mas vamos colocar algumas coisas básicas.

      D – Trocar de carro, comprar um novo sapato, trocar os móveis da casa, viajar de férias para França, fazer um curso de inglês, comprar um aparelho novo de celular de última geração, comprar um apartamento, comprar um computador, jogar na seleção brasileira de futebol, ir para Marte, reformar o quintal da casa, ser promovido, conhecer a 25 de março em São Paulo, viajar de avião, trocar o aparelho antigo de TV por um de plasma, comprar um forno de micro-ondas, participar do programa do BBB12, comprar um aparelho de DVD, mudar o som do carro, comprar uma camisa, abrir um novo negócio, trocar o sofá da sala, reformar o muro, fazer assinatura de revista, etc, etc, etc. Tudo pode entrar na lista de DESEJO. Porém, é necessário seguir a escala de valores pré-estabelecida na planilha que estamos construindo. Nunca se esqueça disso!

      DESEJO incontrolável prejudica a vida. A Bíblia Sagrada nos alerta em relação a isso. Veja o que nos diz o texto na Nova Versão Internacional:

      “Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau DESEJO, sendo por este arrastado e seduzido. Então esse DESEJO, tendo concebido, dá a luz ao pecado, e o pecado, após ter se consumado, gera a morte.” (Tiago 1: 14 e 15).

        DESEJO mata, empobrece e rouba o bom senso. E a forma mais fácil de controlar o seu DESEJO é: valorizar a próxima letra da planilha. É caso para o próximo capítulo.

Extraído do livro: Gestão Financeira Doméstica – Como enfrentar a crise financeira mundial e pessoal, cultivar a qualidade de vida no lar, evitar o stress financeiro e o divórcio!

 Autor: Wal Cordeiro (lançamento em 2010)