CORREIO

Uma operação conjunta realizada entre a Polícia Rodoviária Federal com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na quinta-feira (20), em Barreiras, oeste da Bahia, descobriu que 30 trabalhadores rurais estavam situação de trabalho ‘degradante’ – exploração – em uma fazenda no km 836 da BR 242.

Os trabalhadores estavam alojados em barracas de lona em péssimas condições de higiene, sem registro em carteira de trabalho e sem receber salários há 3 meses. Depois de uma vistoria no local e arredores da propriedade, foram encontradas escondidas em meio à vegetação, quatro espingardas de fabricação caseira.

O proprietário já foi identificado e a Justiça aguarda-se que ele pague os trabalhadores. Caso isso não aconteça, uma ação civil pública será impetrada no Ministério Público do Trabalho solicitando o bloqueio dos bens dele. As informãções são da TV Oeste.