Renan Prates e Rodrigo Farah
Em São Paulo

  • Felipão é o sonho da diretoria do Palmeiras, mas o clube pretende definir rapidamente o novo técnicoFelipão é o sonho da diretoria do Palmeiras, mas o clube pretende definir rapidamente o novo técnico

O Palmeiras sonha com um velho conhecido para restabelecer a paz no Palestra Itália. Após confirmar a saída de Antônio Carlos nesta terça-feira, a diretoria alviverde admitiu o interesse na contratação de Luiz Felipe Scolari. O problema é que o técnico ainda não definiu se voltará ao Brasil após a Copa do Mundo, enquanto o clube trabalha para anunciar seu novo treinador o mais rápido possível.

“Temos que avaliar o mercado e ver quem está disponível e quem está disposto a assumir. Já andei vendo a situação do Felipão e parece que tem a dúvida se ele volta agora ou em janeiro. Precisamos ver se está disposto a vir agora. Dependendo, poderíamos até esperar os cinco jogos até a parada da Copa”, afirmou o vice-presidente de futebol, Gilberto Cipullo.

Segundo a assessoria de imprensa do treinador, Felipão até estaria disposto a conversar com os dirigentes alviverdes para definir seu retorno. Entretanto, está vetada qualquer chance de o pentacampeão mundial voltar ao futebol brasileiro antes da Copa do Mundo.

Isso porque o treinador do Bunyodkor, do Uzbequistão, trabalhará como comentarista em um canal de TV sul-africano durante o Mundial. Só depois deverá anunciar quando voltará ao país, seja em agosto ou no ano que vem.

É justamente essa indefinição que não agrada a diretoria alviverde. Por esse motivo, o clube já prepara uma lista com outros nomes. De acordo com Cipullo, o novo comandante poderia ser anunciado até mesmo antes do clássico contra o São Paulo do dia 26 deste mês.

Entre os outros técnicos especulados para assumir o Palmeiras estão Adilson Batista e Cuca, antigos sonhos da diretoria. O primeiro teria que acertar sua saída do Cruzeiro – o que pode acontecer com uma eventual eliminação do time na Libertadores -, enquanto o segundo está desempregado.

“Estamos estudando todas as possibilidades. Temos que analisar o mercado e tentar trazer o mais experiente possível. Mas o mercado não oferece grandes opções agora. Não dá para falar em nomes como o de Felipão ou Jorginho nesse momento”, completou o dirigente, lembrando também do atual técnico da Ponte Preta que teve boa passagem pelo clube no ano passado.

Enquanto isso, o Palmeiras seguirá sob o comando de Parraga. O treinador do Palmeiras B estreia neste sábado, contra o Grêmio, no Palestra Itália. Segundo a diretoria, ele ficará à frente da equipe alviverde até o novo comandante ser anunciado.