FÁBIO GUIBU
da Agência Folha, em Recife

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, elogiou nesta quinta-feira o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e cantou um verso da música “Fim de Caso”, de Dolores Duran (1930 -1959), atendendo a um pedido do entrevistador da rádio “Jornal”, de Recife.

“Desconfio que nosso caso está na hora de acabar”, cantarolou o pré-candidato. Em entrevista dada anteriormente, Serra havia cantado um trecho de “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga.

Na entrevista, o tucano disse que “a popularidade dele [Lula] tem razão de ser em Pernambuco”. “Lula está acima do bem e do mal. Nada está acima de Lula”, disse Serra. Depois da entrevista, aos jornalistas, Serra negou que tivesse sido irônico na afirmação.

O pré-candidato disse que pretende dar continuidade a todas as obras em andamento, entre elas a transposição do rio São Francisco. “Vamos tocar todas as obras porque o pior é o cemitério de obras”, disse.

Sobre a escolha do vice de sua chapa, Serra disse o assunto é uma “angústia grande para jornalistas” e disse que o senador Sérgio Guerra (PSDB), coordenador da campanha, está cuidando da escolha. “Se der errado, ele que será o culpado”, disse o pré-candidato.

Serra almoça hoje em Recife com Sérgio Guerra e com o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), pré-candidato ao governo de Pernambuco.