do A Tarde

O caminhão desceu 10 metros em ribanceira e parou no leito do Rio Mucugezinho

Uma quantidade estimada em três mil litros de emulsão asfáltica vazou no Rio Mucugezinho depois de um acidente com um caminhão-tanque na BR-242, na divisa dos municípios de Palmeiras e Lençóis, Chapada Diamantina. Segundo a fiscalização do  Instituto  do Meio Ambiente (IMA), a Brasquímica, responsável pelo transporte da carga, contratou uma empresa para fazer a despoluição.

Barreiras de contenção do óleo foram instaladas e a retirada do produto estava sendo feita manualmente, mas ontem à tarde ainda era possível ver óleo na água. O caminhão também não havia sido retirado do local do acidente.

Atingido por uma retroescavadeira que trabalha em obra de recuperação da estrada, o caminhão desceu mais de 10 metros ribanceira abaixo e só parou dentro do do rio.

O caminhão transportava 26,5 toneladas do produto, que seria usado em obra de recuperação de rodovia estadual. O acidente ocorreu na tarde de sábado, 8. O motorista teve costelas quebradas, mas nenhum ferimento mais grave. Como o tanque não se rompeu, a maior parte do produto foi recuperada.

A estimativa do vazamento de pouco mais de 10% do total transportado foi feita pelos fiscais do IMA, órgão do governo estadual. Segundo o coordenador estadual da fiscalização, José Antônio Lacerda, o produto é composto por 70% de água e o restante é óleo. Pode causar problemas de saúde, como irritação na pele, no nariz e olhos, entre outros problemas.