O medo de ser assassinada levou Siliane Santos Santana, de 31 anos, a se entregar para a polícia em Salvador. Transportando 5 kg de pasta-base de cocaína, ao volante de um Fiat Palio, ela buscou socorro na Delegacia dos Barris (1ª CP), acreditando estar sendo seguida por traficantes rivais. Na verdade, era uma equipe de investigadores da própria 1ª CP que a acompanhava, a bordo de viatura despadronizada.

Os policiais a seguiram desde Barra, onde ela reside. Após efetuada a prisão, eles retornaram ao apartamento da mulher, onde encontraram mais 5,28 kg da mesma droga.Em depoimento, Siliane contou que ganharia R$ 500 de um traficante, identificado apenas como Fabrício, para realizar a entrega. “Siliane nos disse que a cocaína vem de Ribeirão Preto (SP). O restante da droga ela só entregaria após receber uma nova ordem de Fabrício, como contou no depoimento”, completou o delegado. Do A Tarde