São 68 homicídios de janeiro a maio

  Município enfrenta violência crescente (Foto Google).

 Itabuna registrou seis homicídios em menos de 48 horas, em mais um final de semana sangrento. A violência não deu trégua, apesar do Dia das Mães. A polícia contabiliza quatro execuções somente no domingo. De 1º de janeiro a 9 de maio, são 68 homicídios, pelo menos. A maioria, segundo a polícia, tem ligações com o tráfico de drogas.

 As primeiras mortes foram registradas na feira livre do Conceição, às 2h10min da madrugada de sábado. Janaína Santos Lins, 27, estava morta quando a polícia chegou ao local. Valter Nascimento Lima Neto, o Bisqui, ainda respirava. Levado ao Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), não resistiu. Os dois tinham ligações com o tráfico de drogas.

 O primeiro assassinato deste domingo ocorreu no bairro São Caetano, na rua Floresta. Wesley Costa Santos levou vários tiros e ainda recebeu atendimento de equipe do Samu 192, porém, não resistiu. Um trio executou Alex Andrade Santos, 32 anos, no Parque Boa Vista. O bando invadiu uma casa para dar fim à vítima.

 A noite do Dia das Mães registraria a sexta vítima. Por volta das 21h, Jackson Jesus foi assassinado por um conhecido. O crime ocorreu em plena praça do bairro Novo Horizonte, periferia de Itabuna. (Números atualizados sem computar as mortes de confrontos de polícia e criminosos.)

Pimenta na Muqueca