Do Globo Amazônia, em São Paulo

Foto: Reprodução/TV Globo

 Foto: Reprodução/TV Globo

Homens trabalham em Serra Pelada nos anos 80, quando o local ficou conhecido como o maior garimpo a céu aberto do mundo. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Desativada desde 1992, a mina de ouro de Serra Pelada, no Pará, deverá retomar suas atividades de forma mecanizada. A portaria de concessão de lavra que permitirá o retorno da mineração no local, conhecido nos anos de 1980 como o maior garimpo a céu aberto do mundo, foi assinada na manhã desta sexta-feira (7) pelo ministro de Minas e Energia, Marcos Zimmermann, em Curionópolis.

A decisão dá direito de exploração do ouro à Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral (SPE), formada pela empresa canadense Colossus Minerals Inc, detentora de 75% da sociedade, e pela Cooperativa de Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), que terá 25% de participação no negócio e conta com 45 mil garimpeiros associados.

A atividade será retomada de maneira mecanizada, restringindo a lavra rudimentar em qualquer área, exceto em remanescentes de rejeitos. Para tornar a exploração viável, será construída uma mina subterrânea com rampa de acesso de 1,6 quilômetro, por onde deverão ser transportados os equipamentos.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a retomada de Serra Pelada é negociada desde 2003 com mais de 20 associações, sindicatos e cooperativas.