Por Rodrigo Ferraz

A promotora de justiça de Vitória da Conquista, Genísia Oliveira (foto), foi assunto no jornal A Tarde após ter a sua caminhonete alvejada na noite da última quarta-feira (04), por um disparo de pistola ponto 40, arma de calibre de uso exclusivo de policiais. Tudo isso aconteceu depois da prisão provisória ter sido decretada de 10 PMs que podem estar envolvidos nos diversos homicídios que aconteceram na cidade desde o início do ano.

Em entrevista ao apresentador da Resenha Geral, Herzem Gusmão, a promotora disse que esse tipo de ameaça não vai intimidá-la. “Vou continuar trabalhando com o grupo de extermínio do município no intuito de investigar todos os fatos. O crime em Vitória da Conquista está crescendo de forma assustadora. Quem disparou o tiro perdeu um tempo imenso. Estou tomando todas as providências”, garante. Ela também revelou que dentre os 10 policiais existem alguns que comprovadamente cometeram homicídios. “Algumas provas já são suficientes para fazer essa afirmação”, finaliza Genísia Oliveira. Do Blog da Resenha