Por Rodrigo Ferraz

O Diretor da JUSPM (Centro de Assistência ao Policial Militar), David Salomão (foto), foi um dos entrevistados da Resenha Geral desta quinta-feira (06). Ele revelou ao apresentador Herzem Gusmão que os advogados de defesa dos policiais levados para o batalhão da capital não estão tendo acesso aos autos para que solicitem os habeas corpus dos profissionais.

Salomão também disse que a categoria está revoltada com o que aconteceu na manhã de ontem (quarta-feira). “Não estão seguindo a lei. A cidade está intranqüila e é preciso que alguma atitude seja tomada. Ninguém pode ser julgado antes de ser realizado todo o processo tradicional”.

O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) – Subseção de Vitória da Conquista, Gutemberg Macêdo Júnior, concedeu entrevista por telefone e salientou que a entidade está acompanhando os casos de perto. “Estamos buscando as devidas providências, pois a cidade nunca passou por um período tão violento. A comunidade clama por tranqüilidade”. Do Blog da Resenha