Meire Oliveira | A TARDE*

O impressor gráfico Samuel Santana Borges, de 42 anos, está preso na 23ª Delegacia de Polícia, em Lauro de Freitas, após ter sido acusado por sua ex-mulher, que não quis revelar a identidade, de ter cometido abusos sexuais contra a sua filha de apenas 9 anos.

Em depoimento à polícia, Samuel confirmou as carícias, o toque, mas negou que tivesse tido relações sexuais com a criança. “A menina tomava banho e ficava nua me provocando”, afirmou, após ter sido detido na seguda-feira, 3. Ele está à disposição da Justiça.

De acordo com o relato da mãe da menina, após a separação do casal a garota revelou que o padastro abusava dela sexualmente e que não havia contado antes com medo das ameaças que ele fazia.

Diante do ocorrido, a mãe da vítima procurou o Ministério Público e denunciou o ex-marido. Ele ainda tentou prestar queixa contra a ex-esposa por acusá-lo de pedofilia, mas o mandato de prisão já tinha sido expedido contra ele desde o dia 29 de abril.

*Com redação de Michele Mendes | A TARDE On Line.