Jadson Marque/Agência O Dia/AE

Subiu para cinco o número de mortos na ação da policia nas favelas da Vila Aliança e Coreia, na zona oeste do Rio de Janeiro. O objetivo da operação é prender o chefe do tráfico no local e também da favela da Coreia, Márcio José Sabino, o Matemático, e outros 39 criminosos.
Ao chegarem à favela os policiais trocaram tiros com traficantes e três supostos criminosos morreram carbonizados depois que o carro onde estavam explodiu, quando tentavam fugir. Outros dois bandidos foram baleados e levados para o hospital Albert Schweitzer, em Realengo, mas não resistiram aos ferimentos. Um terceiro ferido, de 17 anos, passa por uma cirurgia e seu estado é grave.


Policiais do Batalhão de Bangu e da Polícia Civil participam da ocupação. Já foram apreendidos dois fuzis, duas pistolas, uma granada, um rádio transmissor, um carregador para pistola e dois coletes à prova de balas.

O comandante do Batalhão de Bangu, coronel Macedo, informou que não há previsão para a saída dos PMs.

R7