Continua repercutindo com grande intensidade em Brumado a união oficializada no dia 11 entre o PR de César Borges e o PMDB de Geddel Vieira Lima.

Um dos efeitos diretos dessa união poderá atingir novamente a base já abalada do prefeito Eduardo Vasconcelos, que vem se fragmentando para as eleições estaduais.

Segundo fontes ouvidas pela equipe de jornalismo online do AcheiBrumado a parceria entre PR e PMDB vai abalar ainda mais a base situacionista, tanto que o prefeito já dá sinais evidentes de que terá que tomar ações de impacto visando reintegrar as fileiras de sua sustentação.

O efeito dominó provocado por essa união entre PR e PMDB, agora, poderá atingir o vereador do PSL, Alessandro Lôbo, que por ter uma forte ligação com o deputado Maurício Trindade (PR) deve seguir o parlamentar federal.

Um outro dado é que o PSL acena com grande possibilidade de também seguir o caminho do PR e fazer parte da aliança liderada pelo PMDB. Isso realmente deixaria o vereador Alessandro Lôbo numa situação muito indigesta.

Maurício Trindade que é, certamente, o deputado que mais vem trabalhando por Brumado, dono de emendas que ultrapassam a cifra de seis milhões de reais, conta com o apoio do prefeito Eduardo Vasconcelos, que, agora, se vê numa situação delicada, pois já anunciou o seu apoio oficial à reeleição de Wagner e, consequentemente, apoiar um candidato ao Congresso Nacional que fosse adversário do governador não lhe cairia bem.

Segundo o assessor de Lôbo, Clidemar Amorim, “o deputado Maurício Trindade já entrou em contato com o vereador Alessandro, dizendo que vai em breve comunicar sua decisão oficial, mas, ao que tudo indica, vai acompanhar o partido, pois é um político que tem fortes compromissos partidários”.

Questionado sobre o que isso poderia ocasionar no mandato do vereador ele respondeu que “o vereador Alessandro nos falou que não vai tomar, neste momento, nenhuma decisão, vai esperar a poeira abaixar, já que é um forte aliado do prefeito Eduardo Vasconcelos, mas, ao mesmo tempo é parceiro e amigo pessoal do deputado Maurício Trindade”.

Citando o desempenho de Lôbo ele finalizou afirmando que “o vereador Alessandro é um membro fiel de seu partido e, agora, vai ter que refletir muito sobre o seu posicionamento, já que está numa grande saia justa”.

A equipe do AB ouviu alguns membros da política brumadense sobre o assunto e várias especulações já rondam o Poder Legislativo brumadense. Alguns já dão como certa até a mudança de bancada do vereador pslista, que ao apoiar Geddel, vai provocar uma grande ruptura com o prefeito Eduardo Vasconcelos, que até tem se mostrado flexível quanto ao apoio de alguns dos membros de sua base ao ex-governador Paulo Souto, mas, quanto ao apoio a Geddel e ao grupo do PMDB, o chefe do Executivo se mostra totalmente intransigente e promete tratar como adversário qualquer um que conceda apoio ao PMDB.

Achei Brumado