Na madrugada deste sábado (10), o corpo de bombeiros do Rio de Janeiro atualizou o balanço de vítima das chuvas no estado. Segundo a corporação, são 219 mortos.
A cidade de Niterói é aquela com maior número de vítimas fatais, 138. Enquanto que a cidade do Rio de Janeiro possui o maior número de vítimas não fatais – 57, segundo os bombeiros.
Somando-se as fatais com não-fatais o Rio de Janeiro tem, até agora, 380 pessoas vitimadas pelas consequências das fortes chuvas que caem no estado. 

No Morro do Bumba, em Niterói, o corpo de bombeiros e a defesa civil trabalham desde a noite de quarta-feira no local, onde o deslizamento soterrou dezenas de casas numa área construída sobre um lixão. Já foram retirados do local 31 corpos e os trabalhos devem durar de duas a três semanas, de acordo com as autoridades. 

O governo do estado anunciou que dois hospitais de campanha serão instalados na segunda-feira (12) em São Gonçalo, município vizinho de Niterói onde morreram 16 pessoas, para atender as vítimas atingidas pelas chuvas na região metropolitana. 
Abril