Decisão liminar do juiz de Eunápolis Otaviano Andrade Sobrinho determina a indisponibilidade dos bens do prefeito de Eunápolis, José Robério Batista de Oliveira

EUNÁPOLIS – O juiz de Eunápolis Otaviano Andrade Sobrinho acaba de determinar a indisponibilidade dos bens do prefeito de Eunápolis, José Robério Batista de Oliveira, que está sendo acusado pelo Ministério Público de improbidade administrativa.

Segundo o promotor Dinalmari Mendonça, o prefeito Robério, em conluio com o vereador Valdiram Marque Oliveira e uma funcionária da prefeitura, teria contratado irregularmente centenas de pessoas em 2008, ano eleitoral. O rombo causou um prejuízo de quase R$ 3 milhões aos cofres do município.

A liminar do juiz bloqueia bens móveis e imóveis (inclusive trios elétrico), além de valores aplicados em poupança ou em fundos de investimentos depositados em agências bancárias. A decisão proíbe Robério de alienar, ceder, doar, transferir e sacar valores.
Bahia Dia Dia