A chuva voltou a cair em Salvador na manhã deste sábado, 10. Até 12h26 de hoje, a Defesa Civil de Salvador atendeu a 139 chamados de emergência. Foram seis alagamentos de área, 25 ameaças de desabamento de imóvel, sendo uma também de muro, 37 ameaças de deslizamento de terra e 20 de queda de árvore. O órgão registrou ainda seis avaliações de imóveis alagados, dois desabamentos de muro, 39 deslizamentos de terra, um destelhamento e dias infiltrações. Bairro da Paz, São Marcos, Sussuarana, Brotas e Campinas de Pirajá estão entre os mais atingidos. A Codesal permanece com o plantão 24 horas atendendo pelo telefone gratuito 199.


Joel José Santos, morador do Bate Facho (Boca do Rio) retira terra em frente à sua casa nesta manhã

As últimas pancadas de chuva têm provocado também quedas de energia elétrica em muitos pontos da cidade, causando problemas extras para a população. Moradores do Bairro da Paz, sem luz há cerca de 48 horas, chegaram a protestar no início desta manhã, na Avenida Paralela, dificultando o trânsito no sentido Aeroporto.

Segundo a Coelba, na manhã deste sábado, o registro de queda de energia foi maior em Itapuã, Mussurunga e São Cristóvão. Já na RMS, os municípios de Camaçari, incluindo a praia de Guarajuba, Candeias, Lauro de Freitas e Simões Filho são os que enfrentam mais dificuldade no fornecimento.

Por causa da chuva, a empresa afirma que prioriza os atendimentos às ocorrências que envolvam a segurança e preservação da vida da população, e às interrupções no fornecimento que afetem maior número de consumidores. O atendimento está sendo feito pelo telefone 0800 071 0800. Ao ligar, os consumidores devem fazer a opção 2 (falta de energia) no menu de atendimento. Para agilizar a solicitação, é importante ter em mãos o número do contrato ou CPF do titular da fatura.

Previsão do tempo – Os dois principais órgãos de meteorologia do País, a Agência Climatempo e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), alertam para chuvas fortes nas próximas 48 horas em todos os estados do Nordeste e algumas regiões do Norte. A causa é a frente fria de forte intensidade que subiu da Região Sudeste, provocando a formação de nuvens carregadas.

A previsão é que o litoral  baiano e os estados de Sergipe, Alagoas e Pernambuco registrem ondas de 1,5 a 2 metros neste fim de semana. Na Bahia, as regiões de maior intensidade de chuva são Salvador, Recôncavo e nordeste do Estado. Apenas o sul e o oeste da Bahia apresentam abertura de sol, com fortes ventos. Em todo o Estado, as rajadas de vento terão média de velocidade entre  40 e 70 km/h. Em Salvador, a temperatura média varia entre mínima de 21° C e máxima de 28° C, no sábado, e entre 22° C e 29° C, no domingo.

Volume de chuva – O meteorologista André Madeira informa que, nos nove primeiros dias de abril, Salvador já registrou volume de chuva que chega a 68% do esperado para todo o mês de abril. “Somente entre os dias 8 e 9 de abril (quinta e sexta), choveu na cidade cerca de 118 milímetros. Ou seja, cerca de 38% do total histórico do mês, que é 320 milímetros”, afirma o meteorologista. Neste final de semana, o volume  médio de chuva para a Bahia será de 50 a 100 milímetros, segundo o Inmet.

A tarde