Uma mulher morreu eletrocutada ao pisar em um fio de rede elétrica clandestina, na noite de quarta-feira (7), na rua Amazonas, no bairro de São Brás, no município de Prado a 796km da capital baiana. Adésia Coelho morreu na hora.

Mais de cem famílias estão desalojadas e estão sendo abrigadas em colégios e nas casas de parentes. Os bairros mais atingidos foram São Sebastião e São Brás. Em média 20 casas foram danificadas e correm o risco de cair. A água vazou do córrego do Campinho. Ninguém ficou ferido. Na manhã desta quinta-feira (8), a água já baixou e não chove desde a madrugada em Prado.

(As informações são da TV Santa Cruz)