Apesar do início do período de safra da cana de açúcar, as distribuidoras estão restringindo o abastecimento de álcool em alguns estados brasileiros, provocando a falta do produto nos postos revendedores.

De acordo com o SindCombustíveis, a Shell, a segunda maior distribuidora no Brasil, já anunciou aos revendedores que quando normalizar o abastecimento poderá haver aumento de R$ 0,10 no valor do produto. Nos postos da Bahia o abastecimento já está ameaçando e pode prejudicar diretamente o consumidor.

Ibahia