A segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançada no dia 29 de março, em Brasília, pelo governo federal terá investimentos diretos na ordem de R$ 5,7 bilhões em políticas de juventude.

Um dos destaques é a construção de praças com equipamentos de cultura, esporte e lazer. Em todo o País, serão construídas 800 praças da juventude, com o objetivo de elevar a oferta de espaços públicos para a população jovem.

Esses espaços contarão com cineteatros, bibliotecas, anfiteatros, telecentros, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), salas multiuso, pistas de skate, equipamentos de ginástica, ginásios poliesportivos, pistas de caminhada, quadras de areia para vôlei e futebol e vestiários. O investimento é da ordem de R$ 1,6 bilhão.

Outra obra importante para os jovens prevista no PAC 2 é a construção de 10 mil quadras poliesportivas nas escolas. Serão investidos cerca de 4,1 bilhões para universalizar as quadras em escolas que tenham mais de 500 alunos.

Agência Brasil, com edição do CONQUISTA DE TODOS