Pela primeira vez desde 2008, Felipe Massa terminou uma corrida como líder do Mundial de Pilotos. No GP da Malásia deste domingo, o feito veio após a superação de terminar em sétimo após largar em 21º, e da sorte de ver o companheiro Fernando Alonso ter problemas na última volta. Mas o brasileiro tentou não se iludir e alertou para o desempenho das concorrentes, como a Red Bull, que fez dobradinha na prova.

“Satisfeito, feliz da vida, não estou. É positivo pela posição que a gente largou, mas não é positivo pelo o que aconteceu ontem”, declarou Massa em entrevista depois da prova, lembrando que a sensação de liderar agora é bem diferente de 2008, até porque ainda faltam 16 corridas.

“Daquela vez quando eu liderei estava mais no final do campeonato, era um pouco melhor. Desta vez ainda está no começo, então não te dá um prazer imenso e sim o prazer de trabalhar a cada dia, já que as coisas mudam de um dia para outro na Fórmula 1. Ainda mais olhando as equipes boas e os pilotos bons que estão correndo”, avaliou.

“No momento eu não posso dizer que a gente tem o carro mais rápido da pista. Tanto que a Red Bull, de três corridas, fizeram três pole positions. Então a gente tem que pensar nisso. Tentar melhorar um pouquinho o carro e tentar também conseguir chegar sempre no final marcando pontos”, completou.

Massa também lembrou da superação do acidente sofrido em 2009: “Voltar depois daquele acidente e com um carro competitivo para ser líder é ótimo”, declarou Massa depois dos seis pontos conquistados na Malásia. O piloto da Ferrari foi muito festejado pelos outros brasileiros incluindo Rubens Barrichello.

“Olha ele aí, sorrindo, com um carro competitivo… só a porcaria do nosso carro que ainda não funciona, mas vai ficar legal. Vou ali no canto chorar”, brincou o piloto da Williams, que em 2009 viu Massa sofrer com a inferioridade do carro da Ferrari e conseguir apenas um pódio. Para piorar, ainda ficou sem correr por sete provas devido ao grave acidente sofrido no treino do GP da Hungria, em julho do ano passado.

RUBINHO EXPLICA BRINCADEIRA

  • Mark Baker/APApós brincadeira sobre a Williams, Rubinho disse que o “carro está para lá de ser uma porcaria”

Neste ano, Massa retornou às pistas com dois pódios consecutivos, no Bahrein e na Austrália, mas ainda não tem nenhuma vitória para coroar a liderança do campeonato. O último triunfo do brasileiro na Fórmula 1 foi na última prova de 2008, em Interlagos quando perdeu o título para Lewis Hamilton.

Em 2010, a briga dele é com Fernando Alonso. Apesar de o espanhol já ter uma vitória, Massa chegou na frente do companheiro de Ferrari nas últimas duas provas, e assumiu a liderança com dois pontos de vantagem sobre ele.

Alonso chegou em 13º na Malásia devido a uma quebra na última volta. Para o espanhol, foi a “corrida mais difícil de sua vida” por causa dos problemas no câmbio que o afetaram desde o começo.

“Tive de improvisar em cada curva. Mas, mesmo assim estávamos pontuando, o que no final não foi possível por conta da quebra do motor. Entretanto, se a caixa de câmbio e o motor vão quebrar, é melhor que isso aconteça quando você está em nono do que quando está liderando e perde 25 pontos”, declarou o espanhol.

UOL