O britânico Jenson Button surpreendeu os favoritos e venceu o GP da Austrália, segunda prova do Mundial de Fórmula 1, disputada neste domingo, no circuito de Albert Park, em Melbourne. Campeão em 2009 com a Brawn GP, ele obteve sua segunda vitória seguida no país e a primeira como piloto da McLaren.

Button foi premiado pela ousadia: a corrida começou sob chuva, que logo parou, e ele foi o primeiro piloto a arriscar e trocar os pneus intermediários por pneus slicks, lisos, para pista seca. Ele sofreu nas primeiras voltas, mas logo melhorou seu desempenho e foi beneficiado pelo abandono de Sebastian Vettel, da Red Bull, que fez a pole e liderava com folga, mas bateu depois de ter problemas nos freios.

O polonês Robert Kubica chegou em segundo lugar com a Renault, seguido pelo brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, que pela primeira vez foi ao pódio na Austrália. O espanhol Fernando Alonso chegou em quarto lugar e lidera o Mundial após duas corridas, com 37 pontos, contra 33 de Massa e 31 de Button. Rubens Barrichello fez uma corrida discreta e terminou na oitava posição.

Emoção

Ao contrário do monótono GP do Bahrein, que abriu a temporada, a prova na australiana foi movimentada do começo ao fim. Button foi o responsável pelo primeiro acidente, ao tocar de leve na roda de Alonso ainda na primeira volta. O mais prejudicado, no entanto, foi Michael Schumacher, da Mercedes, que foi acertado pelo espanhol, teve o bico do carro quebrado e teve de parar nos boxes. O alemão  não conseguiu se recuperar e chegou em décimo.

Alonso também foi parar lá atrás, mas acabou beneficiado pelo acidente que ocorreria em seguida: o japonês Kamui Kobayashi bateu no muro, perdeu o controle de sua Sauber e acertou em cheio a Williams de Nico Hulkenberg. O acidente foi bem feio, mas os pilotos não se feriram.

Com a entrada do safety car, os pilotos se realinharam e não foi tão difícil para Alonso recuperar posições. Logo em seguida, a chuva parou, a pista começou a secar e Button, que havia sido o primeiro a trocar, conseguiu assumir a segunda posição. Na 26ª volta, Vettel, que liderava com tranquilidade e parecia dono da vitória, perdeu o controle do carro e bateu, deixando a liderança para o inglês, seguido por Robert Kubica, Felipe Massa e Fernando Alonso.

Ameaça

Os quatro primeiros haviam feito apenas uma troca de pneus, e logo começaram a ser alcançados pelo segundo pelotão, liderado pelo quinto colocado, Lewis Hamilton, seguido por Mark Webber. Hamilton pressionou Alonso por várias voltas, mas acabou acertado por Webber ao tentar uma ultrapassagem, na 56ª de 58 passagens.

Nico Rosberg, que estava por perto, assumiu o quinto lugar, e Hamilton conseguiu se recuperar e chegar em sexto. Lá na frente, Button viu sua ousadia ser premiada e festejou sua primeira vitória na temporada.

R7