Se entregou neste sábado (20) à polícia, o pescador Moisés Sales da Conceição, de 37 anos. Ele confessou ter estuprado e matado a enteada Aiala Santos Lima, de 11 anos. Ele está preso na 3ª Delegacia, no Bonfim.

O crime aconteceu no dia 7 de junho de 2008. Depois de ter matado a garota, o pescador jogocou o corpo da menina no mangue da Prainha do Lobato, no Subúrbio Ferroviário. O cadáver foi encontrado na manhã do dia seguinte, e apresentava sinais de estupro, o braço direito quebrado e marcas de estrangulamento.

Moisés era padrasto da garota e teria cometido o crime para se vingar de Rita dos Santos, mãe de Aiala. Ela teria abandonado o pescador em 2007 para viver com outra pessoa. Segundo a polícia, Moisés ainda teria abusado sexualmente do filho de 7 anos e da filha de uma ex-companheira, de 10.

Correio