Aviões de Israel bombardearam alvos na Faixa de Gaza nesta quinta-feira, 18, sem que até o momento fossem registradas vítimas, informaram responsáveis da segurança palestina e fontes locais.

O ataque ocorreu horas depois de que foguetes lançados de Gaza ao sul de Israel mataram um agricultor tailandês.

Um grupo desconhecido de Gaza chamado Ansar al-Sunna se responsabilizou pelo atentado, realizado um dia antes da reunião do Quarteto para o Oriente Médio em Moscou, onde se discutiriam formas para restabelecer as negociações de paz na região.

Segundo a Polícia israelense, o míssil atingiu a comunidade agrícola de Netiv Ha’asara, no deserto do Neguev. Apenas o tailandês foi morto e não houve notícias de mais feridos ou mais ataques.

Os aviões israelenses miraram em um escritório da cidade de Gaza, em túneis usados para o contrabando na fronteira egípcia e em um terreno baldio.

O exército israelense não se pronunciou sobre o bombardeio até o momento.

Com informações da Efe e Reuters