Cotado para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo, Adriano continua sendo notícia em assuntos extracampo. Segundo reportagem do jornal O Dia, seis carros do jogador do Flamengo foram flagrados cometendo 19 infrações nos últimos 11 meses, sendo que 13 por excesso de velocidade. As outras foram: três por avanço de sinal vermelho, estacionar em local proibido, dirigir falando ao celular e transitar em local proibido. Ao todo, Adriano acumula 87 pontos em sua carteira do Detran-RJ.

Destes 87, 49 não podem mais ser perdoados porque as possibilidades de defesa esgotaram-se. O limite estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro para suspender o direito de dirigir para os motoristas é de 20 pontos – o Imperador acumula mais que o dobro. A moto investigada pela polícia e o carro que a noiva Joana Machado ganhou de presente não estão na lista dos automóveis de Adriano que foram multados.

O jogador do Flamengo costuma recorrer quando considera ter recebido uma multa injustamente. Tanto que conseguiu se livrar de duas registradas em São Paulo em abril de 2009, ambas por “transitar em locais e horários onde o trânsito for proibido”. As infrações lhe custariam R$ 170,24 e oito pontos na carteira. Das 19 multas recebidas, 11 foram pagas, que custaram R$ 1.255,65. As outras oito continuam em aberto. Somando as 19 multas, o valor total é de R$ 2.164,38.

Globo Esporte.com.