A Coelba está sendo alvo de uma ação do Ministério Público Estadual por não cumprir as obrigações assumidas no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no qual se comprometeu em zelar pela correta medição do consumo de energia elétrica.

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia é responsável por inúmeras reclamações em razão dos equívocos cometidos pela empresa.
Segundo a promotora de Justiça do Consumidor, Joseane Suzart Lopes da Silva, não restam dúvidas de que a Coelba não vem desempenhando as suas atribuições com eficiência e presteza.

“A emissão de faturas que não refletem o real consumo por diversos usuários, bem como o descompromisso na manutenção e acompanhamento dos equipamentos de medição denotam uma indesculpável violação do TAC, sendo imprescindível a execução proposta”, assinala a promotora.

iBahia