As montadoras brasileiras prevêem um recorde histórico na venda de veículos neste último mês de IPI reduzido. A expectativa é de que sejam vendidos 320 mil carros até o dia 31 de março, quando encerra a redução para carros flex. Só nos três primeiros dias do mês, 32 mil veículos foram vendidos, 5 mil a mais do que no mesmo período do ano passado.

O vice-presidente do Sindicato Intermunicipal das Concessionárias e Distribuidores de Veículos no RS, Ambrósio Pesce Neto, diz que as fabricantes estão aproveitando a procura e oferecendo mais vantagens.

A partir de abril, o valor do imposto sobe para 7% para os carros de até mil cilindradas e 11% para até 2 mil cilindradas. Para os caminhões, a alíquota segue zerada até o final de junho.

RÁDIO GAÚCHA