O deputado estadual Capitão Tadeu (PSB) divulgou uma nota em que defende os policiais militares (PMs) e critica o governo do Estado. O parlamentar acusa o governo de ter sido “rigoroso” com os PMs de Vitória da Conquista e não dar a mesma atenção para os casos de assassinatos de policiais. “Agora mesmo, no 9º BPM / Vitória da Conquista, o governo foi rigoroso com os PMs. No entanto, esse mesmo governo não deu atenção à questão dos policiais assassinados. O que configura claramente em dois pesos e duas medidas. Ou o que é pior: muito rigor (pirotecnia) justamente por ser tratar de operadores da segurança pública (que historicamente sofrem preconceito dos governos)”, disse.

“Essas ações arbitrárias e omissas estão levando os policiais a desacreditar das autoridades. O que é muito grave, pois sem credibilidade institucional e desesperançosos, os policiais podem passar a não acreditar nas leis, sentindo-se no direito, também, de desrespeitá-las. Por tudo isso, a crise na PM está grande e, se as autoridades não repensarem seus atos e passarem a considerar os policiais como sujeitos de direitos, corremos o sério risco de vermos eclodir uma convulsão social sem precedente na história da Bahia”, avisou o deputado. Ele criticou ainda parte do Judiciário e do Ministério Público (MP) que, segundo ele, “é conivente e protege as autoridades que praticam violência”.

Política Livre