Terra

A juíza Isabelle Coutinho teria determinado o afastamento do prefeito de Campo Grande (AL), Arnaldo Higino Lessa (PTB), e de seu vice, sob a acusação de comprar 60% dos votos da cidade, segundo o jornal O Globo. A juíza teria seguido recomendação do Ministério Público Estadual.

O órgão também teria pedido novas eleições em Campo Grande, que ainda não têm data marcada. Os promotores suspeitam da diferença de 912 votos entre o primeiro e o segundo colocado. Prefeito e vice seguiam nos cargos até a tarde dessa quinta.